Liga dos Campeões: rivais são favoritos, mas equipas portuguesas prometem lutar pela vitória

A Liga dos Campeões está de regresso para a realização da segunda jornada da fase de grupos, na terça-feira, 3 de outubro, e na quarta-feira, 4 de outubro. Depois de uma primeira jornada que, no cômputo geral, não correu da melhor forma para as equipas portuguesas, com duas derrotas e uma vitória, os emblemas nacionais vão querer dar outra resposta desta vez. E apesar de nenhum ser favorito, parecem ter condições para alcançar resultados positivos, pois as exibições do SC Braga e do Benfica nos seus jogos de estreia foram bem melhores do que os resultados.

O SC Braga é o primeiro a entrar em ação, na terça-feira, visitando o terreno do Union Berlin, com o jogo a começar às 17h45. No mesmo dia, o Benfica desloca-se a casa do Inter Milão (20h00) e no dia seguinte, o FC Porto recebe o FC Barcelona, às 20h00. Podes apostar nestes três desafios e em todos os outros jogos desta segunda ronda no site da Betano.pt.

Union Berlin-SC Braga (3 de outubro, 17h45)

O SC Braga vai à procura de pontos na Alemanha, depois de ter perdido em casa com o Nápoles na ronda inaugural, por 1-2, resultado cruel face à boa exibição dos comandados de Artur Jorge. O Union Berlin é favorito para esta partida, de acordo com as odds do site da Betano.pt, mas a diferença não é muito acentuada.

Os adeptos braguistas ainda devem estar a pensar no remate ao poste de Pizzi nos instantes finais da partida com os napolitanos. Quem sabe se a sorte que faltou nessa noite não irá surgir em Berlim? O SC Braga apresenta-se com a confiança reforçada na capital germânica, depois do triunfo que obteve no reduto do Estrela da Amadora (4-2) na jornada da I Liga portuguesa que antecedeu este desafio. Os golos foram apontados por Álvaro Djaló (bisou), Simon Banza e Ricardo Horta. De resto, foi o segundo jogo consecutivo dos arsenalistas a marcar quatro golos, depois do 4-1 na receção ao Boavista.

Álvaro Djaló tem sido uma das figuras de relevo do SC Braga neste início de época, com o extremo espanhol a levar 6 golos marcados em todas as competições (mais 1 do que Bruma e Ricardo Horta) e três assistências. Refira-se que o defesa direito Víctor Gómez será ausência em terras germânicas, depois de se ter lesionado no desafio com o Estrela da Amadora.

Quanto ao Union Berlin, vem de uma derrota por 1-0 no terreno do Heidenheim 1846 e ocupa a 11ª posição na Bundesliga,  rendimento a léguas do que mostrou na temporada passada, em que terminou na quarta posição. O central português Diogo Leite continua a ser figura de proa na equipa germânica, embora no último desafio tenha sido substituído aos 61 minutos e deixado de ser um dos três totalistas da equipa em todas as provas.  

A defesa do SC Braga terá de estar de sobreaviso para o atacante alemão Kevin Behrens, melhor marcador do Union Berlin esta temporada, com 4 golos em seis partidas oficiais.

Estas duas equipas do SC Braga e do Union Berlin conhecem-se bem, pois defrontaram-se na última temporada, na fase de grupos da Liga Europa, com uma vitória para cada lado por 1-0, quando jogaram em casa.

No outro desafio deste grupo, o Nápoles recebe o Real Madrid, num confronto de gigantes entre os principais favoritos à passagem aos oitavos de final.

Inter Milão-Benfica (03/10, 20h00)

O Benfica não começou bem esta fase de grupos, ao perder em casa com o RB Salzburgo por 0-2, num jogo em que se viu reduzido a dez jogadores logo aos 13 minutos, por expulsão de António Silva, depois de um lance em que o central cometeu grande penalidade. Ainda assim, mesmo com apenas dez jogadores, as águias em nada foram inferiores ao rival (a não ser na eficácia na hora de atirar à baliza), com o resultado a ser claramente lisonjeiro para os austríacos.

Nesta segunda ronda, o Benfica visita o Inter Milão, clube com o qual dividia o favoritismo à passagem aos oitavos de final, quando se soube o resultado do sorteio. Os italianos têm odds mais favoráveis para a vitória, de acordo com as cotações do site da Betano.pt, curiosamente numa proporção muito parecida com a do Union Berlin face ao SC Braga.

Benfica e Inter Milão são dois velhos conhecidos nas competições europeias e só temos de recuar até à última temporada para encontrarmos o último confronto entre os dois, nos quartos de final da Champions. Os italianos levaram a melhor, tendo ganho por 2-0 na Luz na primeira mão, enquanto na segunda mão houve uma igualdade a três bolas.

O Benfica não poderia estar mais motivado, depois da vitória que obteve no clássico com o FC Porto por 1-0, com golo de Di María, resultado que permitiu a subida ao segundo lugar no campeonato português, a 1 ponto do líder Sporting. Já o Inter Milão derrotou por 4-0 o Salernitana, fora de casa, na jornada a Série A italiana que antecedeu o desafio com as águias, sendo líder da competição, em igualdade pontual com o AC Milan. O ponta de lança argentino Lautaro Martínez viveu um dia de glória, ao apontar os quatro golos desse encontro, sendo o melhor marcador dos “nerazzurri”, seguindo com dez golos apontados em oito desafios oficiais, para além de liderar a lista de artilheiros da Série A, com 9 tiros certeiros. De referir que o médio Davide Frattesi será ausência na equipa italiana, devido a lesão.

Esta será a sexta vez que Inter Milão e Benfica se defrontam em jogos oficiais, com os encarnados à procura do primeiro triunfo, depois de dois empates e três derrotas.

FC Porto-FC Barcelona (4 de outubro, 20h00)

O FC Barcelona é favorito ao triunfo nesta visita ao Dragão, ainda e sempre de acordo com as odds da Betano.pt. No entanto, historicamente, as viagens dos catalães até à Cidade Invicta para defrontar os dragões não lhes costumam correr bem: em duas ocasiões regressaram a Espanha com derrota de 3-1 na bagagem (1972/73 e 1985/86), tendo sido mais felizes em 1999/2000, na última visita, quando triunfaram por 2-0, numa equipa da qual fazia parte Luís Figo.

O FC Porto começou esta Champions em grande estilo, ao derrotar fora de casa o Shakhtar Donetsk por 3-1 (o jogo decorreu em Hamburgo, devido à guerra na Ucrânia), enquanto o FC Barcelona também teve excelente início, tendo goleado o Antuérpia por 5-0.

Os dragões vão entrar em campo depois de terem perdido por 1-0 no Estádio da Luz, para a I Liga. No entanto, deram excelente réplica, depois de terem ficado reduzidos a dez elementos por expulsão de Fábio Cardoso, logo aos 19 minutos. Danny Namaso está recuperado de lesão e deverá regressar às opções de Sérgio Conceição, com Pepe ainda em dúvida, sendo certas as ausências de Marcano, Zaidu, e Evanilson.

Quanto ao FC Barcelona, bateu em casa o Sevilha por 1-0 (autogolo de Sérgio Ramos), na última jornada do campeonato espanhol, seguindo no segundo posto, a um ponto do líder Real Madrid. Este encontro trouxe uma má notícia para o treinador Xavi Hernández, pois Raphinha saiu lesionado e será baixa diante do FC Porto.

Esta partida marca o reencontro de João Cancelo e de João Félix com o FC Porto. O defesa ganhou um jogo por 2-1 pelo Benfica, na Luz, em 2013/14, venceu de novo ao serviço do Manchester City (3-1), no Dragão, em 2020/21, e empatou 1-1 em Inglaterra na mesma temporada, de novo ao serviço dos “citizens”. Já o avançado, que cumpriu parte da formação no FC Porto, soma duas vitórias, um empate e duas derrotas diante dos azuis e brancos, ao serviço de Benfica e Atlético de Madrid. O confronto que deve recordar com mais saudades é o de 2 de março de 2019, quando marcou um golo na vitória do Benfica no Dragão por 2-1.

Outros jogos em destaque

Nos outros jogos desta segunda jornada da Champions envolvendo os grupos que não têm equipas portuguesas, destacamos o Borussia Dortmund-AC Milan (os italianos contam com Rafael Leão), confronto entre   equipas que não tiveram o melhor começo, com os alemães a serem derrotados por 2-0 no terreno do Paris Saint-Germain e os italianos e a empatarem sem golos na receção ao Newcastle United. No outro desafio deste Grupo F, o autêntico “grupo da morte”, o Newcastle United recebe o Paris Saint-Germain de Vitinha, Danilo e Gonçalo Ramos (Nuno Mendes está lesionado).

Referência ainda para a visita do Manchester City de Rúben Dias, Bernardo Silva e Matheus Nunes ao terreno do RB Leipzig do luso-inglês Fábio Carvalho (Grupo G) e para o Manchester United-Galatasaray (Grupo A), com os “red devils” a necessitarem de vencer, depois de terem perdido com o Bayern Munique na primeira ronda. Será um confronto entre os portugueses Bruno Fernandes e Diogo Dalot, pelo emblema inglês e Sérgio Oliveira, pelos turcos.

Prémio
Siga-nos e Partilhe: