Europa

Final inédita da Liga Europa: Rangers procura vingança do Eintracht Frankfurt 

O Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, em Sevilha, recebe a final da Liga Europa, marcada para o próximo dia 18 de maio, às 20h. Frente a frente vão estar os alemães do Eintracht Frankfurt e os escoceses do Rangers. O vencedor garante um lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões da próxima temporada, isto além do habitual troféu. Podes apostar neste grande jogo no site da Betano.pt e fica desde já a saber que os germânicos são favoritos à vitória.

O palco da final pertence ao clube que mais títulos alcançou na competição. Falamos do Sevilha, que tem no museu quatro troféus da Liga Europa e dois referentes à Taça UEFA. Na final de 18 de maio, se o resultado for um empate ao cabo do tempo regulamentar, segue-se o prolongamento. Caso a igualdade se mantenha ao cabo dos 120 minutos, o vencedor será encontrado através da marcação de grandes penalidades, tal como aconteceu na última temporada, quando o Villarreal bateu o Manchester United.

O Rangers acabou a liga escocesa no segundo lugar, atrás do campeão Celtic, o que implica que dispute a terceira pré-eliminatória de apuramento para a Champions da próxima temporada. No caso do Eintracht Frankfurt, que conta no plantel com o português Gonçalo Paciência, está “obrigado” a vencer a final da Liga Europa, de forma a poder disputar uma competição europeia em 2022/2023, uma vez que os alemães terminaram a Bundesliga na 11ª posição, fora dos lugares de acesso às provas da UEFA.

Final com as duas equipas mais goleadoras da prova

No jogo decisivo da competição vão estar frente a frente as duas formações com melhor registo ofensivo da prova. O Rangers apresenta 22 golos marcados, já o Eintracht Frankfurt tem menos dois. James Tavernier, lateral direito dos escoceses, é o melhor marcador da Liga Europa, com sete golos, enquanto nos alemães Daichi Kamada, com cinco, é o jogador com a pontaria mais certeira na competição. No capítulo das assistências, Filip Kostic, a principal figura do conjunto germânico, lidera este capítulo do jogo, com cinco passes para golo.

O Eintracht Frankfurt já ergueu o troféu da prova, quando bateu o rival Borussia Mönchengladbach por 4-3, no conjunto das duas mãos, em 1980. No caso do Rangers, o melhor que conseguiu foi chegar à final da “antiga” Liga Europa, que era a Taça UEFA, em 2008, tendo perdido por 2-0 diante dos russos do Zenit, em Manchester. No entanto, os escoceses também já conquistaram uma competição europeia: a Taça dos Vencedores das Taças em 1972 – na altura, eliminaram nas meias outra equipa alemã, o Bayern Munique.

A única vez que os dois conjuntos se defrontaram foi nas meias-finais da Taça dos Campeões Europeus, em 1959/60, e os alemães levaram a melhor, com um agregado de 12-4 – vitórias por 6-1 e 6-3. Na final da competição os alemães foram goleados pelo Real Madrid, por 7-3.

O caminho até Sevilha para a final da Liga Europa

Com três vitórias e três empates, o Eintracht Frankfurt passou a fase de grupos invicto e, nos oitavos, venceu o Bétis de Sevilha, após prolongamento. Nos quartos seguiu-se nova equipa espanhola e, após empate caseiro, os alemães foram à Catalunha derrotar o FC Barcelona, por 3-2, e que era o principal favorito à conquista da competição. Nas meias, venceram fora o West Ham e controlaram a vantagem na segunda mão, rumo à final.

O Rangers sentiu dificuldades em passar a fase de grupos, já que registou duas vitórias, dois empates e outros tantos desaires, mas no play-off da prova mostrou a sua força ao eliminar o Borussia Dortmund, que veio recambiado da Champions. Nos oitavos ultrapassou o Estrela Vermelha e nos quartos teve estrelinha diante do Sporting de Braga. Os portugueses venceram na primeira mão por 1–0, mas depois perderam na Escócia por 3-1, após prolongamento. Nas meias-finais, o Rangers bateu mais um conjunto alemão, desta feita, o Leipzig, numa eliminatória que não era favorito – derrota fora por 1-0 e vitória caseira por 3-1.

Se o Rangers tem do seu lado o facto de ter ultrapassado formações que à partida eram favoritas nas respetivas eliminatórias, o Eintracht chega invencível à final: foram sete vitórias e cinco empates durante a caminhada que os levou até Sevilha.

Apesar do favoritismo dos alemães, segundo as odds de Betano.pt, prevê-se uma final equilibrada e há otimismo de parte a parte. “Os últimos seis meses foram um sonho tornado realidade. Tantas emoções, um grande percurso para a final europeia e os jogos que vivi aqui. Simplesmente incrível, disse  Ansgar Knauff, avançado do Frankfurt. 

“Temos de nos divertir. Estamos na final da Europa League. Chegámos à final por uma razão, por isso estamos otimistas; estamos cheios de confiança e vamos dar tudo o que temos”, disse James Tavernier, jogador do Rangers, que para surpresa de todos é o melhor marcador da prova, ele que é defesa.

Quem fica com o troféu: alemães ou escoceses?

Siga-nos e Partilhe: